Dicas para escrever seu primeiro livro

Venho hoje fazer um texto diferente, pra ajudar aqueles que gostam de ler e tem vontade de escrever um livro mas não sabem por onde começar. Primeiro eu quero dizer que qualquer um pode escrever um livro, já vi relatos de pessoas que só se alfabetizaram depois de adulto e mesmo assim escreveram livros. Então esqueça o “Nossa, eu queria fazer um livro, mas não tenho talento”. Escrita não é questão de talento, ninguém nasce sabendo fazer nada. É questão de se dedicar e procurar sempre evoluir.

POMELO_20150219143731_fast

1 – Estude
Sim, estude muito, seja a língua portuguesa, o local que você vai fazer a estória ou até as suas próprias idéias. Se você vai localizar em um lugar real fora do Brasil, use o Google View para estudar as ruas e os locais, pesquise sobre o clima, os costumes. Se for criar um lugar fictício, faça mapas, crie nomes e lugares.

2 – Organize-se
Faça em um papel um roteiro de cada capítulo, usando palavras chaves para determinar ações. Desse jeito fica mais fácil escrever e existem menos chances de você se perder na sua escrita.

3 – Seus sentimentos são matéria prima
Você precisa fazer o leitor sentir alguma coisa, seja felicidade, tristeza ou mero interesse. Pense nos seus melhores e piores momentos da sua vida e os transforme em uma cena. Sabe aquela vez que você foi assaltado ou quase morreu? Descreva como você se sentiu naquele momento. Tudo de bom e tudo de ruim que acontece com você pode se tornar uma cena para sua estória.

4 – Cuidado para não se inspirar demais
Às vezes lemos um livro tão bom que mesmo sem perceber estamos escrevendo algo muito parecido com ele. Isso não é ruim, é ótimo para treinar a escrita, porém quando estiver fazendo o seu livro oficial, tenha cuidado para não se inspirar demais em um outro livro.

5 – Fuja dos clichês
É sempre bom inovar. Se você for fazer um romance, por exemplo, evite aquela velha fórmula de “Menino conhece menina, se separam, se reencontram e ficam juntos no fim”. Procure sempre inovar. Um exercício interessante é abrir o Word e começar a escrever a primeira coisa que vier a sua mente, se começar a planejar a história, mude.

6 – Não tenha medo de criticas
Quando for mostrar seus textos a alguém, não desanime com uma critica ruim. Se a pessoa disser que está ruim, pergunte-a quais os pontos que poderia melhorar.

7 – Nunca acredite que sabe o suficiente
Nunca diga a si mesmo que já sabe o bastante, sempre há algo novo a aprender. Escreva muito e leia muito, escreva mais e leia mais. Você sempre vai evoluir e escrever coisas novas.

8 – Se não gostou…
Se você escrever algo e não tiver gostado, reescreva. Refaça mil vezes até que te agrade, e o mais importante: sempre escreva aquilo que você gostaria de ler. Faça por você e não pelos outros.

9 – Ajuste seus horários
Todo mundo sabe que o melhor horários pra escrever é de madrugada, talvez por causa do silêncio da noite e toda a tranquilidade, mas é bom nunca forçar sua cabeça caso você não esteja no “clima” para escrever, caso contrário o resultado pode não ser tão bom quanto desejado.

10 – Não tenha medo de arriscar
Vai lá, escreve uma estória sobre androides russos que vivem em plutão e se alimentam de bebês, ou uma que diz que Hitler era na verdade um fantoche de pano e quem estava por trás do nazismo eram os gatos. Não tenha medo de usar sua imaginação e criar coisas novas.

É importante também destacar que você deve registrar suas obras na Biblioteca Nacional para evitar casos de plágio. Boa sorte na escrita e deixe os comentários o que você acha importante ao escrever um livro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *