Crítica: Um Dia (filme)

O dia 15 de julho foi o escolhido para marcar a vida de duas pessoas, EmmaDexter. No ano de 1988, no mesmo dia, comemora-se o dia de São Swithin, e como tradição daquele dia, tudo o que acontece tende a acontecer pelos próximos anos, e nesse exato dia eles finalmente conversam, mesmo tendo estudado juntos por alguns anos. Naquela noite de 15 de julho de 1988, eles ficam. Passam-se os anos, e sempre no dia 15 de julho acontece algo de importante na vida deles. Durante os anos seguintes, o casal também se reencontra. E nisso vão-se 20 anos.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Dexter é um cara com excesso de auto-estima, que possui fama e poder. Emma é uma mulher que não acredita em seu próprio potencial, e se torna professora. Nos anos que se passam eles se tornam amigos confidentes, e o amor estava ali na relação dos dois, mas infelizmente acreditaram que o tempo seria para sempre.

Em pouco menos de duas horas, o filme consegue retratar uma vida inteira, e é importante ressaltar que apesar de ser um filme de romance, não parece ser, mas sim um filme sobre o tempo e a vida. Assim, é possível acompanhar os altos e baixos, e vemos que as mudanças que aconteceram vem mudando a vida deles.

O casal se torna simples por serem retratados como humanos como qualquer um de nós meros mortais, nada de muito fantasioso, e o roteiro consegue nos fazer identificar com o filme, mostrando que é possível errar e acertar, e mesmo assim seguir com a vida.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

A fotografia e trilha sonora do longa o torna incrível, e também o faz ser um filme para guardar na memória, rever quase sempre como um filme da Sessão da Tarde. O roteiro foi generoso ao saber alternar os anos apresentados, e os diálogos tornam o entendimento das cenas ser fácil, e apesar dos cortes a cada ano, não se torna algo artificial, mas sim retratado como algo real, tanto que os estilos da época que se passa são retratados.

Um Dia é aquele tipo de filme que chama atenção por tudo o que o compõe. Quando alguém que conhecemos se torna importante e a forma que essa pessoa muda e nos muda com o passar do tempo. Mas nem todo momento da vida são apenas flores, os espinhos estão presentes em Um Dia, da forma mais real.

Sinopse

Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgess) se conheceram na faculdade, em 15 de julho. Esta data serve de base para acompanhar a vida deles ao longo de 20 anos. Neste período Emma enfrenta dificuldades para ser bem sucedida na carreira, enquanto Dexter consegue sucesso fácil, tanto no trabalho quanto com as mulheres. A vida de ambos passa por várias outras pessoas, mas sempre está, de alguma forma, interligada.

Ficha Técnica
Título: Um Dia
Título original: One Day
Duração: 108 minutos
Gênero: romance, drama
Direção: Lone Scherfig
Roteiro: David Nicholls
Distribuição:  Universal Pictures
Nota: 4/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *