Crítica: ABC do Amor

É justamente sobre o primeiro amor que trata o filme ABC do Amor, de uma forma sensível, leve e divertida, que prende a atenção do espectador. O filme conta a história de Gabe (Josh Hutcherson), um garoto de 10 anos que de repente se apaixona por uma colega, cuja qual se conhecem desde pequeno.

Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Gabe vive uma vida normal, e seus pais estão prestes a se divorciar. O garoto começa a ter aulas de karatê, e a princípio não conhece ninguém na sala, mas só até que Rosemary (Charlie Ray) entre. Eles passam a sair juntos para treinar o velho karatê, mas em um belo dia Rosemary precisa ir provar um vestido para ir ao casamento da tia, e Gabe a acompanha, é ai que ele percebe que está apaixonado pela sua amiga do primário. Ele percebe que a vê diferente do que todas as outras garotas, e sabe que estar ao lado dela, a partir daí, é uma das melhores coisas que já o aconteceu desde que pode reencontra-la.

No decorrer do filme, Gabe vai narrando sua história com Rosemary, e o casal se aproxima cada vez mais. Você chega até a torcer para que eles fiquem juntos. Mas, como em praticamente todo filme sobre o amor, existe um empecilho que pode impedi-los de ficarem juntos, em ABC do Amor isso aconteceria após o casamento da tia da garota, quando Rosemary iria para um acampamento de seis semanas, e quando saísse iria estudar em uma escolar particular distante. E isto mostra a Gabe os dois lados do amor, e o faz tentar de tudo para evitar que sua amada se vá.

ABC do Amor é um filme bem leve, porém muito encantador. Uma história de amor como tantas outras, mas que mostra crianças vivenciando o “frio na barriga” causado pelo primeiro amor. E nos ensina lições, nos mostra que o amor é real, nos faz querer estar apaixonados. Por vezes arranca risos, por outras, um pequeno choro, mas sempre alegria e o desejo de ver um final feliz.

Sinopse

Gabe Burton (Josh Hutscherson) é um garoto de 10 anos, que cursa a 5ª série e mora com seus pais, Adam (Bradley Whitford) e Leslie (Cynthia Nixon), em Manhattan. Os pais de Gabe estão separados há um ano e meio, mas ainda moram juntos. Gabe é feliz se divertindo com seus amigos, seja jogando basquete na escola ou andando com sua pequena moto pela vizinhança, sem se interessar em momento algum por garotas. Porém a situação muda quando ele começa a ter aulas de caratê, onde passa a praticar com Rosemary Telesco (Charlie Ray), uma amiga de infância. Gabe se apaixona por Rosemary, mas não consegue entender os novos sentimentos que agora possui. Em meio às confusões que sente, ele descobre que Rosemary está prestes a partir para um acampamento de verão e que pode ser transferida para outra escola. É quando Gabe decide deixar a indecisão de lado e lutar para ficar próximo do seu primeiro amor.

Ficha Técnica
Título: ABC do Amor
Título original: Little Manhattan
Duração: 90 minutos
Gênero: comédia, romance, família
Direção: Mark Levin
Roteiro: Jennifer Flackett
Distribuição: Fox Filmes
Nota: 5/5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *